Início Relato de Provas Ecorun Sunset: Saiba como foi…

Ecorun Sunset: Saiba como foi…

109
0

Sábado a tarde também foi de corrida, viu? E se pela manhã a gente teve a companhia do mar em Olinda, a tarde não poderia ser diferente! Com percursos de 5, 10 e 15 km, foi realizado mais uma edição da Ecorun na Reserva do Paiva, prova trail run que levou ao Cabo de Santo Agostinho quase mil corredores.

Para esta edição a Ecorun trouxe algumas novidades, como a largada no fim da tarde, com concentração realizada em frente ao Empório Gourmet. E essa largada vespertina acabou dando uma nova dinâmica a prova, passando inclusive a se chamar Ecorun Sunset, dando aos corredores que já haviam participado do evento em outras edições uma nova experiência na Reserva Paiva. E pode acreditar, valeu muito a pena! Quem foi pra curtir o local, pode aproveitar ainda mais o ambiente e inclusive, não sofrer com o calor. A largada teve seu início as 15h30 para os corredores dos 15 km e, trinta minutos depois, foi dada a largada para as demais distâncias.

 

 

Além do horário da largada (que deu aquela aliviada na moleira dos corredores), a Ecorun Sunset trouxe também algo muito bacana para dentro da trilha e que, particularmente, isso deveria ser adotada por todas as corridas fora do asfalto. Em um momento de grande preocupação com resíduos plásticos, o não uso de descartáveis durante toda a corrida foi talvez o que de melhor aconteceu nesta edição. Quem fez sua inscrição contou com uma cinta de hidratação e seu uso era mais do que obrigatório, uma vez que os pontos de hidratação não disponibilizavam copos ou garrafas de água, como de costume na maioria das corridas. Ou seja, para se hidratar ou se tomava água na garrafinha disponibilizada no kit, ou então o corredor tinha que arrumar um jeito de pedir emprestado com o corredor do lado ou se agachava e tomava na torneirinha, como se fosse um bebedouro.

Embora esse tipo de hidratação quebrasse um pouco o pace dos corredores mais rápidos e que estavam ali almejando um pódio ou faixa etária, a atitude da organização foi louvável, inserindo os corredores em uma atitude responsável e de respeito ao meio ambiente. Afinal, estávamos correndo dentro de uma reserva de preservação ambiental.

Por falar da corrida em si, esta edição contou com um percurso ainda mais compacto e com muito mais trilha do que a edição anterior. E isso foi muito bom pois evitou que alguns corredores que não eram habituados a dinâmica de uma trilha não se confundissem em se perder ao longo do trajeto! Se bem que até isso seria difícil, viu? A turma do staff deu show de animação e proatividade.

Ao fim da prova a turma ainda teve com o que se divertir. Além da premiação das faixas e classificação geral, a turma ainda contou com som da banda Serrots Rock, que botou o som no talo com o melhor do rock nacional. Não teve melhor maneira pra se encerrar o feriado.

Participou também e percebeu que esquecemos de pontuar algo aqui? Conta aqui pra gente, nos comentários e compartilhe também, dando a sua nota na “votação do leitor”.  E se você quer saber de mais corridas em Pernambuco confira todo o calendário de provas em www.perunning.com/agenda!

E durante a semana a gente chega com mais um vídeo em nosso canal do Youtube mostrando um pouquinho do que foi a corrida! Ainda não tá inscrito? Fica ligado! Inscreva-se e veja o vídeo desta e de outras corridas em www.youtube.com/perunning!

LINKS EXTERNOS:
Resultados | Foco Radical | Fotop |

Organização
Percurso
Preço
Avaliação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here