Início Coronavirus Coronavirus: É proibido correr? Ainda não, mas na Espanha já é!

Coronavirus: É proibido correr? Ainda não, mas na Espanha já é!

1085
0

Com a pandemia de coronavírus começando sua escalada no Brasil, especialistas têm recomendado higienização das mãos e uso de álcool em gel, isolamento social e evitar ambientes fechados e aglomerados. Mas com a progressão da doença no país, o fechamento de escolas, cinemas, teatros e museus e os pedidos das autoridades para que as pessoas fiquem em casa, dividir o mesmo ambiente de uma academia e todos os seus aparelhos com outras pessoas, mesmo com todos os cuidados, já não é mais a melhor escolha.

Em Pernambuco, o Governador Paulo Câmara realizou neste último dia 17 a atualização do decreto 48.809, realizado no dia 14 de março, quando ficou suspenso por tempo indeterminado eventos de qualquer natureza com publico superior a cinquenta pessoas. Agora, com a realização do decreto 48.822, a suspensão passa a ser de até 50 pessoas, uma redução drástica e tanta, visando coibir inclusive treinos coletivos de grupos e assessorias esportivas, com propósito de reduzir a proliferação do COVID-19.

Embora o decreto estadual busque dificultar as atividades em grupo, a prática da corrida de rua não é proibida, uma vez que ainda não oferece grande risco de transmissão, se for feito sozinho, respeitando distância para outros corredores e pedestres. Entretanto, alguns países da Europa já se preocupam com atividades ao ar livre, como a Espanha.

Anunciado pelo governo espanhol como uma das medidas do estado para garantir a cessação do problema crescente e evitar possíveis acidentes, uma das principais justificativas para a proibição se dá pela falta de pessoal de saúde e das UTI’s saturadas. De acordo com o El País, os centros hospitalares da Espanha não possuem sequer meios para anteder a todos os casos de coronavírus, nem mesmo para testar as pessoas que possam ter. Até a publicação deste artigo a Espanha conta com 11178 casos confirmados de infectados.

Apesar da restrição da Espanha, isso não é algo comum na Europa. Na Bélgica, por exemplo, eles recomendam atividades físicas desde que sejam individuais e respeitando a distância de segurança com outras pessoas. Já Portugal, que recentemente fechou suas fronteiras e impôs medidas muito radicais para conter o problema, não realizou restrições sobre correr em ambientes públicos.

Na Itália, foi anunciado que Giuseppe Conte havia proibido a corrida, mas isso não é inteiramente verdade. O que ele disse foi que eles só deixariam farmácias e supermercados abertos, pedindo “para não correr para fazer as compras”. Sandra Zampa, subsecretária de Saúde, esclareceu em um tweet. “É importante manter a distância interpessoal de um metro e evitar reuniões”. Esclarecer quais atividades estão autorizadas a fazer e quais são as regras a seguir para quem deseja praticar esportes ao ar livre.

Na Inglaterra, parece que eles não indicaram medidas contra a corrida nem se pronunciaram, embora grandes eventos tenham sido cancelados ou adiados, como a Maratona de Londres ou a Premier League. Já a França, por sua vez anunciou medidas curiosas acerca da corrida. Embora não tenham proibido, Emanuel Macron anunciou algumas medidas de confinamento e, entre elas, estava a existência de uma autorização para realização de atividades físicas.

Fora da Europa, medidas também estão sendo tomadas, e não apenas nos países asiáticos. Nos EUA, Donald Trump anunciou que serão tomadas medidas para interromper os casos. Vimos nas notícias como o número de casos aumenta, como no caso de muitos jogadores da NBA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here