A pandemia do coronavírus mexeu com o cenário mundial em 2020. No esporte, claro, não foi diferente. No entanto, o Year in Sport, relatório anual divulgado pela plataforma digital para atletas Strava, retratou que, por mais que os hábitos referentes às atividades físicas tenham mudado, a comunidade esportiva conseguiu se adaptar à nova rotina, criar novos hábitos e se manter ativa em meio às restrições impostas pela Covid-19.

RELACIONADO: Local Legends ativa uma nova maneira de competir no Strava 
RELACIONADO: Novidades do Strava passam a priorizar assinantes 
RELACIONADO: Strava lança ferramenta para corredores e ciclistas pós-pandemia 

“Não temos dúvidas de que este foi um ano atípico para todos. Mas o que conseguimos enxergar é que os atletas Strava conseguiram se adequar a essa realidade, praticaram novas atividades e se mantiveram ativos durante todo o período. Mesmo com restrições de eventos, esportes ao ar livre e em grupo, a plataforma viu sua comunidade crescer e o número de registro de atividades físicas superar as previsões iniciais. Além dos números, o Strava também tem o lado humano, e conseguimos ver que, em 2020, as pessoas quiseram estar mais perto de quem gostam, mesmo que virtualmente”, afirmou Rosana Fortes, country manager do Strava no Brasil.

De acordo com os números divulgados pelo relatório, houve um boom de atividades físicas sem precedentes na plataforma. Nos 12 meses avaliados, a comunidade esportista global publicou 21,5 milhões de atividades por semana e percorreu 17 bilhões de quilômetros, dados considerados muito acima das previsões iniciais. No mesmo período, a rede social recebeu 2 milhões de novos integrantes, somando, ao todo, mais de 73 milhões de usuários. Boa parte desses registros foi feito ao longo dos meses em que os atletas tiveram que conviver com a pandemia, o que mostra que os atletas realmente não deixaram de se exercitar, incluindo as atividades nas categorias “indoor” do Strava.

Veja abaixo outros dados divulgados pelo relatório:

– Atividades no Brasil: mais corridas e mais pedaladas
· Nos 12 meses analisados pelo Year in Sport foram percorridos 133,1 milhões de km, comparados aos 98,4 milhões de km registrados em 2019;
· Os homens tiveram a maior distância média percorrida este ano: 5,9 km contra 5,3 km das mulheres, mas a duração média por corrida das mulheres foi maior (39min26s contra 37min40s dos homens).
· Em 2020, foram percorridos 1,2 bilhão de quilômetros em cima das bicicletas, com uma elevação total de 13,2 bilhões de metros.
· Ao contrário das corridas, os homens tiveram uma distância média maior (29,3 km) do que as mulheres (22,9 km) e maior duração média por pedalada (os homens com 1h32min57s e as mulheres com 1h29min01s).

– Mulheres da liderança
· Globalmente, as mulheres jovens, com idade entre 18 e 29 anos, aumentaram a frequência de atividades em 45,2%, quando comparadas ao ano passado, enquanto os homens cresceram 27,3%.
· No Brasil, esse dado também tem as mulheres na frente, com um aumento de 43,8% de registros, contra 30% a mais feitos pelos homens na mesma faixa etária.
· As brasileiras superaram ou se igualaram em relação ao número de atividades registradas na plataforma em todas as faixas etárias.
· Houve crescimento no registro de atividades em todas as faixas de idade dos dois sexos, quando se comparado 2019 com 2020.

– Atividade física e Covid-19
· No começo da pandemia no Brasil, em março, os registros de atividade física no Strava caíram no início do mês, mas, mesmo após algumas restrições impostas pela pandemia, cresceram 5% acima do esperado.
· Durante os meses de pandemia, as atividades puderam ser incluídas dentro das opções de atividade física “indoor” da plataforma;
· A inserção de atividade ao longo dos demais meses em análise se manteve acima da previsão inicial.

Vale lembrar ainda que, desde o último sábado (19), todos os atletas Strava ganharam acesso a uma experiência mobile com um relatório personalizado que mostra os índices que cada um registrou durante o ano. Para os assinantes, entre as informações exclusivas estão conquistas, ritmo médio, velocidade média e horário mais ativo do dia.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here