Domingo foi dia de correr em um percurso totalmente diferente do habitual realizado no Recife. Com a Rua da Aurora, Cais da Alfândega ou Forte do Brum como centros principais na prática de corrida de rua na capital, desta vez os corredores tiveram a oportunidade de participar de uma prova cortando os bairros de Parnamirim, Graças, Torre e Jaqueira, com a quinta edição da Corrida Damas, prova organizada pelo centenário Colégio Damas.

Minutos antes da largada, os corredores participaram de um momento de oração e, logo em seguida, um aquecimento na Quadra Madre Thérèse. A largada aconteceu por volta das 7h10 percorrendo as dependências do Colégio Damas e passando pelas ruas da zona norte recifense. E o clima contribuiu bastante para os desempenho dos atletas já que o tempo estava nublado. Correr na margem do Rio Capibaribe já é algo bastante normal para a maioria dos corredores do Grande Recife passando pela Rua da Aurora e Cais Estelita, mas a experiência de correr em outros pontos da cidade é bastante gratificante.

Pontos negativos a listar talvez somente o trecho do percurso próximo a UNINASSAU, na Rua Joaquim Nabuco, já que infelizmente a corrida coincidiu com a realização de um concurso público e acabou afunilando o percurso dos corredores para não comprometer a chegada dos candidatos. A camisa promocional da prova em algodão também é um ponto a ser revisto pelos organizadores em futuras edições e também a ausência de marcação do percurso com sua quilometragem.

Ao final da prova, a boa e velha medalha finisher nos aguardava e, junto com ela, um belo banquete de frutas frescas para os corredores que enfrentaram os 5,5 quilômetros de prova. Enfim, a Corrida Damas foi uma prova simples, sem grande pompa dos circuitos realizados no centro do Recife, mas muito bem organizada pelas irmãs do Colégio Damas.

Organização
Percurso
Preço
Avaliação

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here