Início Relato de Provas Maratona Internacional Mauricio de Nassau: Saiba como foi…

Maratona Internacional Mauricio de Nassau: Saiba como foi…

3361
17

Aconteceu no dia 3 de novembro a sétima edição da Maratona Internacional Maurício de Nassau, prova que conta percursos de 5, 10, 21 e 42 quilômetros. Geralmente nos textos de reviews de provas a gente tenta se apegar ao que teve de bom e damos espaços para os corredores pontuar e avaliar o que teve de falhas e melhorias, mas enquanto corredores sentimos também a necessidade de dissecar todos os pontos daquela que deveria ser a principal corrida no calendário de corridas em Pernambuco e uma das maiores do nordeste.

Sim, sem exageros a Maratona Maurício de Nassau foi com certeza criada para ser uma das principais provas do nordeste. Conta-se nos dedos quantas são as provas de 42 quilômetros em nossa região. Além disso, é a corrida mais democrática de Pernambuco, levando em conta que nela participa o corredor de fim de semana até aquele cara experiente que já passou da marca de dez maratonas no currículo. Com todo esse potencial de grandeza ainda conta com a marca de uma instituição de ensino que a pouco tempo transformou-se em um centro universitário e em qualquer pesquisa de recall de marcas está entre as mais lembradas. Porque então tantas falhas?

Pra não dizer que não falamos das flores, alguns pontos da corrida foram positivos. Um deles foram os pontos de hidratação, que embora no início tenha servido água quente nos primeiros pontos que era comum para todos os corredores, não faltou até o fim de nossa participação. Percurso estava bem sinalizado, com staffs e prontidão médica circulando e, no pontos mais críticos como na Cabanga ou no trecho escuro próximo a Estação do Brum, policiais e segurança particular. No mais, os demais quesitos ficaram a desejar:

MUDANÇA DE DATA: Fosse uma prova de 5 ou 10 quilômetros, talvez fosse lá desconsiderado, contudo, levando em questão que é uma Maratona e ainda por cima um evento que leva o “Internacional” no seu nome, não pegou bem. Isso pelo fato que pra se participar de uma Maratona são necessários alguns meses de treino, pessoas vem de fora do estado e até do país, se planejam e antecipadamente compram suas passagens e hospedagens. Uma mudança de setembro pra dezembro quebrou todo esse planejamento. E a justificativa do adiantamento por conta das Olimpíadas do Rio não foi aceita por muitos…

ENTREGA DOS KITS: Este geralmente é o momento que todo corredor já começa a sentir o clímax da prova. Encontrar alguns colegas e amigos, pegar o kit, vestir a camisa do evento, tirar fotos… Tudo isso foi frustrado pela organização. A entrega estava marcada pra ser realizada na quinta e sexta-feira que antecedia a prova, mas na quinta-feira de manhã alteraram para a sexta e sábado. Quem não viu o comunicado logo cedo e veio do interior ou fora do estado, ou até os corredores locais mesmo, que pegou trânsito ou saiu mais cedo ou chegou mais tarde do trabalho se sentiu prejudicado. Não bastasse, o kit foi entregue incompleto, sem a camisa do evento, que só fora entregue horas antes da corrida e, mesmo assim, nem todo mundo teve direito. Os brindes do kit? Produtos que embora sejam patrocinadores do meu evento, nada tinha relação ou uso para a prática da corrida.

PERCURSOS: Foi o mesmo adotado na edição passada. Vale aqui ressaltar que o percurso apresentado é o que o poder público autoriza. Ou seja, nossos representantes talvez desconheçam o potencial turístico que uma corrida de rua possui, o que dirá então de uma Maratona Internacional? Diferentemente da edição de 2015, este ano contamos com a Via Mangue liberada nos dois sentidos, mas ao invés de criar um percurso contemplando as praias do Pina e Boa Viagem até o segundo ou terceiro jardim, mantiveram o mesmo traçado do ano anterior, passando pelo bairro da Cabanga com suas ruas estreitas e o cheirinho nada agradável do centro de tratamento de esgotos da Compesa. Outra falta de sensibilidade do poder público foi autorizar um show em pleno dia de maratona. Correr desviando de ambulantes e das pessoas que estavam bebendo ou conversando antes de entrar no local destinado ao show transformou este trecho do percurso em uma corrida de obstáculos. Das duas uma, ou a Maratona foi remarcada no dia do show ou foi o show que foi marcado no dia da Maratona.

KIT FINISHER: Talvez não tenha sido sentido pelos corredores das provas de 5, 10 e 21 quilômetros, mas quem participou da prova principal ficou na bronca. Quem fez os 42 quilômetros na marca das cinco horas ficou sem medalha. Quem deixou pra pegar a camisa ao fim da prova também ficou na mão. E o lanche foi uma garrafinha de suco industrializado, água mineral e uma banana. Voltando as medalhas, levando em conta que a prova foi concebida para ser uma das maiores da região, embora bonita, foi desleixo da organização fazer a mesma medalha para as quatro provas…

Enfim, este é um review que o Pernambuco Running não gostaria de fazer, mas como somos corredores, nos sentimos na obrigação de realizar. Apesar dos pesares, foi uma prova de superação e foi muito bacana ver as pessoas alcançando seus objetivos. No sábado o Recife viu novos corredores completando sua primeira prova nos 5 ou 10 quilômetros, participando de sua primeira meia-maratona e debutando centenas de maratonistas. No fim o que fica é a festa e a confraternização dos corredores. A gente deixa o espaço aberto para a organização da prova se retratar, pois todos merecem uma explicação. E quem organizou, um direito de resposta.

Participou também? Conta aí pra gente! Se você também participou, compartilhe com a gente a sua opinião aí nos comentários dê a sua nota no campo “votação do leitor”! O resultado oficial já pode ser visto no site www.maratonamauriciodenassau.com.br.

Organização
Percurso
Preço
Avaliação

17 COMENTÁRIOS

  1. Vocês foram muitos generosos com a Organização, de longe a pior e mais desorganizada corrida que participei, além dos seus relatos entra kits comprados e pagos que na hora da retirada não constava no sistema e mesmo apresentando o comprovante não entregaram pedinte abordando corredor no Cabanga, isotônico no mapa e nada na prova, até na divulgação dos resultados deu divergência, olhem sua classificação por faixa e depois a geral, dois tempos oficial. Uma pena e uma vergonha, tinha jogado toda a culpa na faculdade e na organização mais agora com seu esclarecimento junto o governo de Pernambuco no mesmo Balaio por duas questões que por si só comprometem a prova, o percurso principalmente a parte da fossa no cabanga e o Show ao lado do evento. Lástima!

  2. Corria ano passado e vim quanto esses CARAS QUE ORGANIZA QUE NÃO ENTENDE NADA DE CORRIDA A TAMPA E SÓ DE EVENTOS SHOW…..deram gatorade de copinho de café camisa horrível e sem contar com um percusso MATADOURO NO ESCURO E CHEIRINHO DE MERDA….esse ano mudou em que?…você fazer 42km e não receber medalha RIDÍCULO E ABSURDO…corri a Maratona do Rio…isso sim é uma maratona…Fui para Meia do Sol em Natal…mostrou como se faz corrida…..AGORA A CULPA É DE QUEM VAI CORRER ESSA MARATONA QUE NÃO É INTERNACIONAL..SE ACABA PRA FAZER 42KM E LEVAR O NOME DESSA NASSAU…peço desculpas a todos corredores que vieram de fora…….e quanto a NASSAU….SÓ GANHANDO DINHEIRO E DIVULGANDO SUA FACULDADE…VERGONHA..ESSA JÁ TIREI DO MEU CALENDÁRIO E NÃO VOU ME CALAR….

  3. Triste e lamentavel!
    Secretário de Turismo incompetente!
    Prefeito mais incompetente ainda.
    Esses caras não tem a menor noção do poder de atração de uma maratona!
    A quantidade de turistas é enorme. A economia local é extremamente potencializada.
    Organização típica de quem sabe apenas fazer show para quem bebe e acaba ao final achando tudo ótimo!

  4. Otimas observações! Não corri esse ano por NÃO CONCORDAR COM ESSE PERCURSO e também PELA FALTA DE RESPEITO DOS ORGANIZADORES. Ano passado, depois de 21Km, me deram um suco industrializado. Quanto ao percurso, sei que depende do míope poder público: Quanta falta de visão! Corri a meia do sol em Natal. Disseram que tinha mais de 2.000 corredores de fora. Com esses, ainda tinha os agregados: Fui com um amigo corredor e as esposas. Pegamos quatro diárias! Injetamos nosso pouco dinheiro na economia da cidade de Natal. Recife tem potencial, mas ainda não se deu conta disso!

  5. Eita… Eu não tenho nem mais o que acrescentar, organização péssima, como uma corrida que estava prevista pra Setembro é adiada e 3 meses depois não se tem camisa? Não consegui pegar, nem muito menos minha esposa. Ano passado essa foi a minha primeira prova, este ano era pra comemorar e tornar essa prova um marco de mudança de vida, mas retiro do meu calendário. É uma pena uma instituição tão séria quanto a Maurício de Nassau, sujar seu nome com a organização de uma prova dessas. Seria interessante procurar os responsáveis da Nassau para ouvi-los também. Como dito acima ou abaixo (não sei onde esse comentário vai ficar) no mapa tinha isotônico, procurei procurei e…??? na avenida Alfredo Lisboa, correr tentando não bater em Ambulantes e pessoas que estavam indo para o show… Vou deixar uma dica pra Maurício de Nassau, contratem a empresa que organizou a Meia do Sol, pra que possamos ter uma prova digna do nome.

  6. Muito fraco uma decepção. Eu me planejei pra correr em Setembro, ai mudaram a data, depois fui pegar meu kit três vezes na quadra da Nassau, pq disseram que está lá de tal hora e quando chegava lá sempre tinha uma desculpa. E outra eu me inscrevi na categoria universitario, e me colocaram na categoria geral. Uma verdadeira falta de organização. E sem falar que meu kit veio faltando coisa. Uuuuuuuuuuuuuuuu

  7. Foi uma prova muito aguardada devido ao desafio (1ª meia) mas, não penso em participar novamente com esse grupo(governo,prefeitura,organizadores,nassau) envolvidos. O relato feito aqui no site reflete e muito meu pensamento. Tem que mudar o trajeto,ficar dando volta pra fazer 21 ou até pior, 42km…desgasta o corredor,física e mentalmente. Não sabia que teve segurança próximo ao Forte do Brum. Não vou nem falar sobre os kits e sobre o suco de laranja no final da corrida. Esperava isotônico quando passasse pelos 10km e no final mas..nada…só confusão com tanta gente na passagem…corredores,ambulantes,gente indo para o show…Enfim, nós, corredores, devemos pensar se vale a pena participar novamente de uma bagunça dessas pois, se não houver inscritos, vão perceber e buscar melhorar. Pra não dizer que só critiquei, a imagem que mais me marcou foi quando subi o viaduto…na descida, aquele mar de corredores…foi fantástico…

  8. A pior corrida de rua que já participei, desorganizada mesmo antes de começar. Fui ate o posto de retirada de Kit e já não tinha, ninguém sabia falar oque estava acontecendo e como seria feito.
    FIQUEI SEM A CAMISA E QUANDO PERGUNTEI SOBRE, FUI TRATADO COM TOTAL DESPREZO.

  9. Palhaçada!!! Eu não consigo chamar de outro nome, apoio corrida que participei….
    Corro da 2 anos sempre corri na Itália, Ali quem organizar as corridas são as equipes de corrida, ou as empresas de sapatos para corredores .
    Deixa falta medalhas por maratonista vergonha😱 Esses da Maurício nunca correrão …. Só assim pra explicar tanta falta de respeito verso os corredores….
    Correr 42 km abase de água com aquele calor..
    Samos guerreiros ….

  10. Sou Pernambucano participo a 4 anos dessa corrida, venho me desempenhando a cada ano, vale salientar, eu e meus irmãos formamos um grupo de corredores, geração de corredores, participamos de varias corridas, justamente nesse ano que resolvemos, quatros irmãos um sobrinho e um amigo, fazer a primeira maratona. Tivemos uma decepção, essa foi a pior corrida que já participamos. Não entregaram o kit, hidratação só no ponto na rua da Aurora, vale salientar um copo com 2 dedos de isotônico. Uma corrida do porte internacional. Foi uma lastima. No final nos deram uma medalha sem identificação dos 42km. Infelizmente isso foi uma falta de respeito. Vamos oferecer o melhor, isso mancha nossa imagem.

  11. Minha primeira meia maratona. E sinceramente, foi a prova mais desorganizada que já participei… Apoio um boicote total a essa prova!! É uma vergonha. Passei sozinha em ruas escuras e sem nenhum policiamento.. a desorganização foi tão grande, que algumas pessoas pegaram varais camisas usando o mesmo número… Eles nem olhavam, por isso faltou camisas… Quanto a medalha?? Deveria especificar se era 5,10,21,42. Enfim, de longe, a pior prova que ja participei , em termos de organização.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here