Início Saúde e Bem Estar Nutrição e qualidade de vida

Nutrição e qualidade de vida

1261
0

Profissionais comemoram crescimento na área, que vem ganhando importância na prevenção de doenças e melhora na qualidade de vida

Quando se fala em alimentação, o primeiro profissional que vem à cabeça é o nutricionista. Nos últimos anos essa profissão vem ganhando muito destaque, já que a preocupação com alimentação está cada vez mais presente na população.

Atualmente, é possível perceber uma grande mudança no estilo de vida das pessoas priorizando a alimentação saudável, com redução no teor de açúcar, gorduras, maior procura por alimentos orgânicos, vegetais e frutas – e neste contexto, o nutricionista entra como o profissional mais habilitado na área de saúde para contribuir de forma relevante nessa mudança de estilo.

Para Fabrícia Padilha, nutricionista e coordenadora do curso de nutrição da Faculdade Pernambucana de Saúde (FPS), geralmente só pensamos em nutricionista quando queremos perder peso, mas esse profissional vai muito além.

Entre as atividades exercidas por nutricionistas estão: Acompanhar atletas e melhorar seu desempenho com um cardápio individualizado mais focado nos resultados; orientar pais e responsáveis sobre a alimentação dos seus filhos; ensinar gestantes a comerem melhor e ter uma gestação mais saudável para elas e para o desenvolvimento dos bebês; orientar como uma pessoa pode variar melhor seu cardápio no dia a dia e se alimentar bem, suprindo as necessidades do organismo; Adequar a alimentação de pessoas que praticam atividade física com foco em melhorias dos resultados, como escolher corretamente os alimentos, seus rótulos e formas de preparo.

Nutrição para saúde preventiva

O cuidado com o que se come também pode ter efeitos de prevenção de doenças. Um dos mais temidos problemas de saúde ainda não tem explicação certa para todos os casos, que é o câncer. Apesar dos mecanismos exatos serem desconhecidos, já se observa nos estudos científicos que alguns compostos contidos nos alimentos têm efeitos inibidores frente aos carcinógenos (agente físico, químico ou viral que induz o câncer em humanos e animais).

De acordo com Lígia Barros, nutricionista especialista em nutrição clínica e tutora da FPS, frutas e vegetais são alimentos cuja ingestão está associada positivamente a menor incidência do câncer. “Esses alimentos possuem poucas calorias, são ricos em fibras, vitaminas e minerais. Neles, os elementos conhecidos como antioxidantes (vitamina C, vitamina E e selênio) e as substâncias biologicamente ativas, conhecidas como fitoquímicos (carotenoides, flavonoides, terpenos e etc) possuem mecanismos que induzem as enzimas que detoxificam o corpo, excretando e inibindo a formação de compostos tóxicos” explica a nutricionista. Lígia ainda dá exemplos de alimentos que possuem agentes quimiopreventivos, que são o café, o chá verde, o gengibre, pimenta, o suco de uva, o vinho tinto, frutas e verduras em geral.

Sobre a formação dos nutricionistas

Os primeiros cursos de nutrição no Brasil sugiram no final da década de 1930 e hoje se faz uma constante crescente nesse número, devido ao aumento na demanda da procura deste profissional tão importante no auxílio da manutenção e recuperação da saúde através da alimentação.

Nas últimas décadas, têm sido observada intensa diversificação e ampliação nas áreas de atuação do nutricionista, fato que pode estar associado ao processo de grande elevação do número de cursos e profissionais no Brasil. O Conselho Federal de Nutricionistas (CFN) reconhece a existência de sete grandes áreas de atuação profissional do nutricionista: nutrição clínica, alimentação coletiva, saúde coletiva, ensino (docência), nutrição esportiva, indústria de alimentos e marketing em alimentação e nutrição, tendo dentro destas outras ramificações de atuação.

O Dia do Nutricionista é comemorado no dia 31 de agosto, criado em comemoração à data da criação da 1ª Associação Brasileira de Nutricionistas – a ABN, idealizada por Firmina Sant’Anna. Ela uma das primeiras brasileiras do curso de dietistas na Escola Pedro Escudero, em Buenos Aires, Argentina, e criadora do desenho do símbolo da Nutrição com ramo de trigo, balança e cobra nas cores verde e branca.

Denise Vilar | FPS | Multi-Comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here