Após um segundo semestre repleto de corridas de rua, o mês de janeiro começa devagar, quase parando, no calendário de corridas de rua, sobretudo, no Recife. E no primeiro mês do ano o destaque fica sempre com a primeira etapa da CICORRE, levando sempre milhares de corredores para a orla de Boa Viagem. Em 2019 a corrida acontecerá no dia 27 e terá sua largada às 7h30, no Segundo Jardim de Boa Viagem.

Contando com percursos de 5 e 10 quilômetros, as inscrições para a CICORRE já podem ser realizadas pela internet (clique aqui), com valor de R$ 38 e a doação de 1 kg de alimentos. Há também a opção de realizar a inscrição no dia da prova entre às 6 e 7 horas, entretanto, há o risco de encerrar devido ao limite técnico da prova.

Diferentemente das grandes provas, o CICORRE não oferece kit de participação com camisa e brindes, apenas a medalha de participação e um número de peito retornável, entretanto, vale muito a pena participar, já que uma das principais características da CICORRE está em suas etapas, sempre em um ponto diferente em sua largada. Não apenas isso, o CORRE em cada etapa, distribui pontuação para os oito melhores corredores inscritos em cada faixa etária e, ao final do ano, a soma destes pontos garante a premiação de um troféu para os cinco primeiros colocados no ranking, por faixa etária!

Nunca participou da Cicorre em Boa Viagem? Lá em nosso canal no Youtube a gente mostra um pouquinho do que foi a edição de 2018. Confira o vídeo abaixo e, se gostou segue a gente lá no Youtube também, clicando AQUI.

3 COMMENTS

  1. gosto muito de corre, mas o valor tá muito auto.
    fui a primeira em boa viagem, ainda não saio o resultado

  2. Participei da 38º CICORRE, etapa Boa Viagem, realizada a partir do 2º Jardim de Boa Viagem, no dia 26 de janeiro de 2020.
    Resumindo: TOTAL DESORGANIZAÇÃO!
    Paguei R$ 70,00 + taxas do site Ativo.com + 1kg de alimento não perecível.
    NÃO recebi nenhuma camisa, apesar de no site eu ter colocado o tamanho do produto. Ao chegar no dia da prova, simplesmente informaram que não teria camisa.
    HORÁRIO DA LARGADA: programando inicialmente para 7h (o que pra mim já é muito tarde, tendo em vista que neste horário calor já é forte), mas mesmo assim a corrida só iniciou às 7h25min.
    PERCURSO: Totalmente inviável para aquele atleta que queira bater seu RP (recorde pessoal). Com trechos bem estreitos e que inviabilizam o deslocamento de forma segura, sem que se esbarre em outro atleta que já esteja retornando.
    ENTREGA DAS MEDALHAS: apenas mediante entrega do nº do peito. Como assim?!?! Então quer dizer que aquele atleta que gosta de fazer um quadro com todos os números de peito das corridas feitas no final do ano não vai poder contar com o nº do peito da CICORRE? Evidentemente que não. A entrega da medalha (que não informa se você fez 5km ou 10km) só é realizada após a entrega do nº do peito.
    PÓS-PROVA: pelo preço que foi pago, após a prova, deveria existir um local em que os atletas pudessem se hidratar e se alimentar com diversos tipos de frutas. Mas não foi o que aconteceu na 38º CICORRE. O máximo que foi servido foi melancia, mediante a espera numa fila imensa. E tudo isso para conseguir apenas um pedaço da fruta.
    RESUMO DA OBRA: Corrida CARA, SEM CAMISA, com HORÁRIO DE LARGADA TARDE, com PERCURSO RUIM, SEM organização para entrega de medalha, SEM medalha personalizada (sem indicativo da quilometragem percorrida), SEM alimentação e hidratação adequada, TOTALMENTE DESORGANIZADA.
    Poderia ficar apontando todos os pontos negativos da corrida, mas acredito já expus o suficiente.
    Ao menos serviu como experiência. Nunca mais participarei de qualquer prova organizada pelo CORRE.
    Simplesmente traumatizante.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here