Início Relato de Provas 16ª Corrida das Pontes do Recife: Saiba como foi…

16ª Corrida das Pontes do Recife: Saiba como foi…

747
7

Quem nunca sentiu o prazer de correr pelo menos uma vez ainda não viveu o suficiente. E aquele que corre e ainda não correu uma Corrida das Pontes do Recife não sabe o que está perdendo. É totalmente diferente de qualquer corrida, com milhares de corredores nas ruas do Recife. Com sete mil inscrições totalmente esgotadas uma semana antes da prova, é certeza que no Recife Antigo estava concentrado umas nove mil pessoas fácil!

Promovida por João José da Silva, uma das lendas vivas do esporte nacional e único nordestino bicampeão da São Silvestre, a Corrida das Pontes do Recife é realizada há dezesseis anos como parte das comemorações do aniversário da Cidade do Recife, que em 2019, completa 482 anos de sua fundação.

Saindo do Forte do Brum, a Corrida das Pontes tem seu percurso passando por sete pontes dentro do centro da cidade, o que a torna única é imperativo a cada ano, uma vez que muitas das ruas visitadas não são utilizadas nas demais corridas ao longo do ano. Isso faz com que a corrida acabe se tornando um passeio turístico, principalmente para quem não conhece nossa capital. E para quem conhece, acaba tendo a oportunidade de ver a cidade com uma outra perspectiva.

Com tanta energia bacana em uma prova tão tradicional como é a Corrida das Pontes, talvez o único ponto que pudesse ser repensado seja a quantidade de postos de hidratação. Com um percurso só de ida, sem repetir qualquer via, ter à disposição apenas três postos de hidratação ao longo da prova beira quase ao insuficiente, principalmente porque ali há milhares de corredores iniciantes. Vale aqui salientar que água não faltou durante e após a prova, pelo contrário: sobrou! Mas é bem verdade que é preciso uma melhor organização e distribuição, principalmente na prova de 10 km. O clima neste domingo por sinal ajudou (e muito!). Nem choveu, nem fez sou, tampouco aquele mormaço. Ou seja, um dia com clima bem atípico para nossa capital!

E se tem muita gente na corrida, é quase certeza que, ao fim da prova haverá para os corredores vários brindes, mimos e serviços durante o pós-prova. E mais uma vez não foi diferente! Ali concentrado no Forte do Brum eram toldos oferecendo docinho, cachorro-quente, energético, água mineral e fisioterapeutas que vieram bem a calhar. Além da fila para pegar o kit finisher, existiam várias outras filas que formavam dentro da Praça do Forte do Brum. Quem tem paciência para filas, aproveitou com certeza!

Mas e você ai, participou também a 16ª edição da Corrida das Pontes do Recife? O resultado já pode ser conferido no site www.corridadaspontesdorecife.com.br. Se você correu, conta aqui pra gente, nos comentários e compartilhe também, dando a sua nota na “votação do leitor”. As fotos oficiais da prova poderão ser conferidas no site do Foco Radical (clique aqui).

E se você quer saber de mais corridas em Pernambuco confira todo o calendário de provas que acontece no estado, clicando AQUI! Na próxima semana a gente chega com mais um vídeo em nosso canal do Youtube mostrando um pouquinho do que foi a corrida! Ainda não tá inscrito? Fica ligado! Inscreva-se e veja o vídeo desta e de outras corridas em nosso canal, clicando AQUI!

Organização
Percurso
Preço
Avaliação

7 COMENTÁRIOS

  1. Indignada com a desorganização na hora da premiação. Fiz um tempo de 24 minutos no geral meu nome estava entre as premiadas, meu nome sumiu até da lista de participantes. Uma corrida grandiosa dessa não pode acontecer isso. Os PNE também estavam reclamando dos tempos que estavam errados. A quem recorrer?

  2. O meu nome também não saiu na lista. Uma desorganização total. Tempo bruto de alguns participantes etá igual ao tempo líquido. Mandei e-mail para o sac cobrando uma posição e ninguém responde. Liguei e a Rayssa, atendente do momento, pegou os meus dados e disse que até amanhã meu resultado está na lista. Vou aguardar!!!!

    Apesar de ter sido a melhor prova que já corri, estou extremamente frustada com a desorganização.

  3. Os pontos de hidratação estavam realmente com água suficiente para todos. Porém, acredito que seria um ponto a melhorar a divisão do local postado. Se tivesse dos dois lados da avenida seria melhor, pois não haveria aglomeração de gente em apenas um local para pegar.

  4. Uma corrida deste porte, com corredores internacionais, varios corredores de outros estados, com um ponto de hidratação nos primeiros cinco quilometros, um kit finisher onde voce tinha que optar ou “uma” banana ou uma maça, um suco de caixinha e agua. É muito pouco pra uma corrida desta importancia. No mes de fevereiro tivemos a Go Running, onde tivemos praticamente um ponto de hidratação por quilometro. Porque a Corrida das Pontes não poderia ter pelo menos de dois em dois quilometros??????

  5. Nós corredores ficamos sempre na expectativa de algumas corridas, e esta é uma delas, pela história, pela grandiosidade, mas no frustamos muitas vezes pela falta de organização e de sensibilidade que encontramos nestas grandes corridas. Eu participei e participarei sempre que eu puder porque o percurso é maravilhoso, lindo mesmo, e é emocionante quando vemos aquele mar de gente correndo. Mas por sua grandiosidade fico triste quando a organização não prestigia ou não reconhece os corredores de 5km, quando premia apenas o 1º colocado geral com o troféu. Será que seu esforço e dedicação é menor que a dedicação do corredor de 10km que é premiado até a 5ª colocação? Será que essa quantidade de inscritos (cerca de 7mil) e também contando com apoio e patrocínio de grandes empresas não dá para confeccionar mais troféus? Isto também para os corredores da categoria especiais.
    Outro ponto que fiquei bastante decepcionada foi com a desorganização na Corrida das Pontinhas. O desleixo com as crianças corredoras que, ainda mais do que os adultos, ficam ansiosas em participar muitas vezes de sua primeira corrida, ver seus resultados e subir no pódio. Já começou da largada bem tumultuada e depois nós, amigos, pais e treinadores é que tivemos que anotar e buscar o resultado deles. Ainda perderam o resultado das meninas, nada foi anotado direito. Faltou medalha especial para todos que ganharam em sua bateria, uma confusão para as crianças subirem ao pódio que acredito, alguns ficaram de fora. Ficamos da tenda de cronometragem para o palco de premiação correndo atrás dos resultados de nossas crianças numa demora sem fim. Tive a sensação que após a premiação dos “GRANDES CORREDORES” o que vinha depois não tinha importância. Mas estamos falando de futuros grandes corredores que tanto quanto merecem ser prestigiados e aplaudidos.
    Deixo aqui um desabafo de uma amante de corridas que vê de perto o esforço e dedicação de muitos para participar das corridas e colocar sua melhor marca, ou participar pela primeira vez e ver seu resultado listado. E que todos esses depoimentos sejam vistos pelos organizadores para que avaliem, se sensibilizem e consertem os pontos falhos para a próxima edição.

  6. Finalmente! Depois de uma semana na expectativa tive o reconhecimento da organização da Corrida do meu tempo nos 5,2 km. É decepcionante pra um atleta participar de uma corrida tão grandiosa e respeitada, não ver seu nome na lista por falta de organização. Bonito de ver é a multidão invadindo nossas ruas, atletas de vários municípios e estados e até atletas internacionais . Como minha amiga Adriana Falou, porque não premiar os atletas dos 5 km também? Corremos nos esforçamos do mesmo jeito. Fica meu desabafo! Fiquei em primeiro na minha faixa, estou decepcionada por não ter ganho minha medalha. Mas agradeço por consertarem o erro.

  7. Poucos pontos de hidratação, o lanche péssimo, poucos brindes comparado ao ano passado, apesar de tanto patrocinador e para finalizar erro gritante na listagem do resultado onde aparece a classificação baseado ao tempo bruto. Se eles não tem capacidades de abranger tantos competidores, diminuam as inscrições.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here