Início Relato de Provas Paulista North Way Night Run: Saiba como foi…

Paulista North Way Night Run: Saiba como foi…

325
1

Sábado foi dia de visitar o Shopping North Way para participar da primeira corrida noturna da cidade do Paulista. Com inscrições esgotadas semanas bem antes do prazo estipulado no regulamento da prova, estiveram presentes quase mil corredores e que puderam correr pelas principais ruas do centro da cidade.

Enquanto a corrida não dava sua largada, os corredores puderam se divertir ao som de muita música ao vivo, na arena montada da prova no estacionamento do shopping. Há quem diga que teve gente que preferiu ficar por lá dançando e cantando do que correr! E talvez até nem tenha percebido os quase trinta minutos de atraso na largada, que foram justificados pela organização da prova em virtude de um pequeno acidente, contornado pela autarquia de trânsito do município. Menos mal, com a largada acontecendo às 19h25, tanto para a turma da caminhada dos 3 km, quanto para os corredores, que tiveram naquele momento sete quilômetros de prova. Com a largada dada, os corredores contornaram todo o North Way até definitivamente percorrer as ruas do Paulista.

O primeiro ponto para se preocupar em uma corrida noturna é se a iluminação durante o trajeto é o suficiente. E este, infelizmente foram um dos pecados capitais North Way Night Run. Embora boa parte do percurso nas dependências do shopping estivesse bem iluminado, a sua lateral direita e ao fundo ficou devendo. E observando o caminho, a gente percebia que no local existiam postes, mas que por algum motivo, não estavam em uso… Por sorte não houve nenhum incidente nesta parte do trajeto, mas após a saída do North Way as coisas complicaram um pouco mais.

Com iluminação pública bem deficitária, vi corredor desistindo da prova ainda nos quilômetros iniciais porque caiu em um dos vários buracos que havia durante os sete quilômetros de prova. Os pontos mais críticos talvez tenha sido a Estrada do Frio e o viaduto que cruza a PE-15. E isso infelizmente é decorrente de descaso do poder público. Para finalizar, já no fim da prova, o percurso ainda contou com alguns gelos baianos. Para quem não sabe o que é, são aqueles blocos de concretos enormes utilizado para impedir ou orientar o trânsito de veículos automóveis, fazendo com que a corrida tivesse seus momentos de corrida de obstáculos.

Apesar destes pontos observados, a corrida teve sim pontos positivos e que merecem ser louvados por aqui. Além da  música ao vivo que foi organizada na arena da prova montada no estacionamento do shopping, o percurso ainda contou com música eletrônica em dois pontos bastante estratégicos do percurso. O primeiro em frente a Igreja de Santa Isabel, situada no centro da cidade, já o segundo, dentro do Estádio Ademir Cunha. Por sinal, este último foi a grande atração e novidade desta edição, colocando todos os corredores que estavam realizando os 7 quilômetros para realizar uma volta olímpica no estádio que hoje é mando de campo do centenário América Futebol Clube.

Com o fim da prova e a medalha de participação no peito, o momento final é sempre de curtir a resenha e o bom bate-papo entre os corredores, acompanhar a premiação dos primeiros colocados e, pelo menos nas corridas realizadas no Paulista, fechar a brincadeira ao som de muita música e zumba.

No geral, foi bacana participar de uma corrida noturna na Cidade das Chaminés. Paulista é um município que fica há quase 20 km do Recife e vizinha de Olinda e de outras cidades importantes no litoral norte. Sua localização geográfica é ideal para a descentralização do calendário de corridas e que por sinal, já vem acontecendo há três anos com esta corrida, que conta com apoio do Shopping North Way.  Como esta foi sua primeira edição noturna é relevante que sejam levantados alguns pontos para melhorias em edições futuras. E cabe sempre lembrar que alguns destes pontos levantados nem sempre sejam de responsabilidade do organizador, afinal, estamos em um esporte que depende na maioria das vezes, do espaço público para sua prática.

Mas e você ai, participou também da Paulista North Way Night Run? Esquecemos de pontuar algo aqui? Se você correu, conta aqui pra gente, nos comentários e compartilhe também, dando a sua nota na “votação do leitor”. As fotos oficiais da prova já podem ser conferidas através do site FOTOP (clique aqui). Já o resultado da corrida pode ser conferido acessando o Uptempo (clique aqui).

E se você quer saber de mais corridas em Pernambuco confira todo o calendário de provas que acontece no estado, clicando AQUI! Na próxima semana a gente chega com mais um vídeo em nosso canal do Youtube mostrando um pouquinho do que foi a corrida! Ainda não tá inscrito? Fica ligado! Inscreva-se e veja o vídeo desta e de outras corridas em nosso canal, clicando AQUI!

Organização
Percurso
Preço
Avaliação

1 COMENTÁRIO

  1. Bem apresentado os pontos negativos, porém, não acredito que o problema seja apenas do poder público, tendo em vista que a organização poderia ter visto o local da corrida e apresentado os pontos negativos as autoridades e quem sabe até dar uma mudada no percurso. Alguns locais não tinham condições de corrida, como na estrada do frio, pior trecho do evento e antes de chegar na estrada alguns carros estavam cortando os corredores para entrar na rotatória na qual poderia acontecer um acidente a qualquer momento. A saída do estádio também estava sem iluminação alguma e quase houveram acidentes. Espero que seja revisto os pontos para que na próxima haja uma corrida boa e tranquila a todos, sem sustos. Uma menção honrosa a parte da volta olímpica no estádio, pois achei o melhor momento da corrida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here