Início Relato de Provas 15ª Corrida das Pontes: Saiba como foi…

15ª Corrida das Pontes: Saiba como foi…

790
4
COMPARTILHAR

Domingo foi dia de participar da maior festa do pedestrianismo pernambucano. Chegando a sua décima quinta edição, sem duvida alguma a Corrida das Pontes do Recife é a mais tradicional e famosa do estado. Em tempos de crises e com corridas de rua sendo realizadas em todo fim de semana na região metropolitana, a Corrida das Pontes se dá o luxo de ser a única a reunir mais de 5 mil corredores em um dos percursos mais bonitos do Brasil. O trajeto é rodeado de beleza natural, passa pelas belíssimas pontes do Recife Antigo.

Para quem ama correr, ver a multidão tomando conta das pontes é algo sem palavras, faz até, a gente esquecer alguns problemas que invariavelmente acontece durante a corrida e ver que realmente vale a pena correr cada metro da prova. Correr contornando o Parque Treze de Maio, visitando o centro do Recife e cortando a Avenida Guararapes é algo que só nos damos o luxo de realizar em treinos… e olhe lá! Correr percorrendo estes cenários em uma corrida oficial é algo que infelizmente hoje apenas a Corrida das Pontes oferece. O centro do Recife é muito belo, com uma riqueza histórica e arquitetural, mas pouco explorado.

A corrida largou pontualmente as 7 horas e, mesmo com uma chuvinha dando as caras por volta das 6 horas, o clima da prova estava quente e abafado. E, para suprir a dificuldade com a temperatura, os milhares de corredores presentes contaram com água em abundância, embora não estivesse tão gelada. Na verdade na maioria dos pontos de hidratação a água estava quente, mas isso é até justificável levando em conta a quantidade de pessoas usufruindo da estrutura, inscritos ou não.

Uma coisa bacana nestas provas que levam milhares de corredores para as ruas são a quantidade de empresas e profissionais que montam seus toldos e compartilham com os corredores vários brindes, mimos e serviços durante o pós-prova. Era toldo oferecendo docinho, cachorro-quente, energético, água mineral, fisioterapeutas, entre outros vários mimos que vieram bem a calhar. Além da fila para pegar o kit finisher, existiam várias outras filas que formavam dentro da Praça do Forte do Brum. Quem teve paciência, soube aproveitar e se fartou! O resultado oficial já pode ser consultado através do site www.corridadaspontesdorecife.com.br.

Quer saber de mais corridas em Pernambuco? Você confere em nosso calendário de provas, clicando AQUI! Se você também participou da décima quinta edição da Corrida das Pontes, compartilhe aqui a sua opinião nos comentários e dê a sua nota no campo “votação do leitor”! E durante a semana teremos mais um vídeo mostrando como foi a corrida lá em nosso canal do Youtube! Ainda não tá inscrito? Inscreva-se e veja o vídeo desta e de outras corridas clicando AQUI!

 

Organização
Percurso
Preço
Avaliação

4 COMENTÁRIOS

  1. Bem que o percurso e bonito não tenho dúvidas mais a prova não largou as 7:00 foi a 7:10 segundo água além de quente só foi ter água a cada 3km não teve Marcão de tempo pois o cronômetro não foi ligado e não tinha o tapete de marcação no chão acho que vimos corrida de um ângulo diferente

    • Fala, Gleibson!

      Pois é… eu não percebi a questão do relógio. Quanto a distância em boa parte das corridas de nosso calendário geralmente existe apenas um ponto de água durante o percurso para as provas de 5 km e outro na chegada. Já para as provas de 10 km são dois durante o percurso e um na chegada.

      A única coisa que senti falta e não citei no texto foi a ausência de um ponto de água próximo ao Ginásio Pernambucano. Ano passado tinha e esta edição não teve… Apesar da água quente, felizmente não faltou pra ninguém… E quando citamos que a Corrida das Pontes iniciou às 7 horas foi levando em consideração a largada dos Corredores PNE.

      Valeu pelo comentário! 🙂✌

  2. Gostei da corrida. Sai do Rio de Janeiro para prestigia-la na minha terra. Gostei de correr pelas pontes e ruas dessa cidade maravilhosa, apesar de seus problemas sociais, como qualquer outra capital. O que sugiro, não para esta corrida, mas para todas, uma forma de manter seguro os carros dos “donos da rua”, pois há relato de carro arrombado.
    Contudo de modo geral, a corrida foi excelente. E uma coisa que gostei também foi a alegria dos meus conterrâneos, nem parecia uma corrida e sim uma festa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here