Início Maratonas e Ultras Ultramaratona do Frio chega a sua sétima edição com novidades

Ultramaratona do Frio chega a sua sétima edição com novidades

1477
2

Estão abertas as inscrições para a principal ultramaratona do norte e nordeste. Inspirada na Comrades, a Ultramaratona do Frio chega a sua sétima edição com várias novidades. Em 2018 a prova está marcada para o dia 5 de agosto com provas solo (100 km), em duplas (50 km) e quartetos (25 km).

Promovida pela Associação dos Corrredores da Jaqueira (Acorja), o percurso neste ano terá sua largada em Caruaru, às margens da BR-232, na Faculdade Mauricio de Nassau. Já a chegada acontecerá em Garanhuns, no Hotel Alvorada. Assim como nas edições anteriores, as inscrições acontecerão através do site www.corre10.com.br ou com Lula Holanda, nos treinos da Acorja ou pelo telefone (81) 9 8861-1604. As inscrições iniciaram no dia 7 de maio e seguem até o dia 15 de julho, podendo encerrar antes desta data caso atinja o número máximo de inscritos. Aqueles que realizarem até o dia 15 de junho garantirão a participação com valor primeiro lote, por R$ 150. Após esta data, o valor passará a ser R$ 180.

Uma das principais características dos 100 KM é o percurso da prova caracterizado por aclives e declives. Para os corredores solo há também o desafio “back to back”. Os ultramaratonistas que realizaram a edição passada subindo para Caruaru e conseguir o feito de realizar a descida para Garanhuns conquistará um troféu extra do “back to back”.

Neste ano a Ultramaratona do Frio chega com algumas novidades no regulamento, sobretudo nas provas de revezamento. Para as provas de dupla e quarteto agora existe a obrigatoriedade de cada atleta cumprir o seu percurso continuo, ou seja, não existirá a possibilidade do corredor fatiar seu percurso de 25 ou 50 quilômetros com outro membro de sua equipe. Outra mudança acontecerá para os quartetos mistos, sendo a partir deste ano obrigatório a formação das equipes com dois homens e duas mulheres.

 

2 COMENTÁRIOS

  1. Achava muito interessante o fatiamento na categoria das duplas. Revezamento de fato. Agora passa a ser quase solo de 50 km.

  2. O problema de não poder “fatiar”, principalmente nesse ano, é a sobrecarga no segundo membro da dupla, que fará os 50 km todo, praticamente com subidas severas.
    Mi mi mi a parte…Vamos pra cima!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here